logo

Casamentos – conclusões

Uncategorized Weddings

Os casamentos apareceram na minha vida sem planeamento, o volume de trabalho rapidamente cresceu e o meu gosto em fotografá-los ganhou um lugar de destaque. Passados uns anos consigo chegar a importantes conclusões.

Gosto sobretudo de  fotografar casamentos “handmade”, com criatividade, simples e com muitos detalhes bonitos. Gosto de casamentos ao ar livre, rodeados de natureza e em locais com história.

É importante para mim conhecer os detalhes do dia, acompanhar o processo de criação, decoração e manter contacto com os noivos na troca de ideias.

Percebi que não é positivo e até mesmo divertido fotografar casamentos quando os clientes querem que eu seja algo que não sou, leva-me a minha criatividade e inspiração. É  importante que os noivos sejam honestos com o estilo de fotografia e casamento que querem, devem encontrar o trabalho que gostam, procurar inspiração em blogs, revistas e partilhar ideias com as pessoas que vão contratar. Já tive clientes que me enviaram imagens de coisas que gostam e onde se inspiraram para o planeamento do casamento, o que torna possível entender que estamos no mesmo “caminho”.  Se adoro o estilo e as ideias dos noivos vou adorar fotografar o casamento.

Aposto muito ou mesmo tudo no meu trabalho e sentir-me inspirada é fundamental.

Este ano vou fotografar um número limitado de casamentos, não quero andar sempre a correr, vou precisar de mais tempo para mim e quero cumprir prazos na entrega dos trabalhos.

Mariana Megre

post views: 503 |

For more informations or budgets, please click here.